Selecionado:

Um Natal nos Açores, ou como o Pai Natal trocou as botas de cano pelos chinelos

12.00

Um Natal nos Açores, ou como o Pai Natal trocou as botas de cano pelos chinelos

12.00

“Um Natal nos Açores” novo livro de Luís Rego. Um Natal nos Açores, ou como o Pai Natal trocou as botas de cano pelos chinelos” é um divertido livro escrito pelo autor de “A Fajã de Cima, ou como a bota de cano se tornou mais atraente que o salto alto” e ilustrado por Sara Azad, em que o leitor poderá acompanhar a viagem do Pai Natal aos Açores, terra pela qual se apaixona irremediavelmente e de onde dificilmente quererá voltar a sair.
Um livro de Natal que rompe com os cânones e os clichés característicos dos livros editados nesta época, prometendo ser uma agradável e divertida surpresa para miúdos e graúdos.

Autores: Luís Rego (texto), Sara Azad (ilustrações)

Em estoque

Descrição

“Um Natal nos Açores, ou como o Pai Natal trocou as botas de cano pelos chinelos” livro de Luís Rego

Um Natal nos Açores, ou como o Pai Natal trocou as botas de cano pelos chinelos” é um divertido livro escrito pelo autor de “A Fajã de Cima, ou como a bota de cano se tornou mais atraente que o salto alto” e ilustrado por Sara Azad, em que o leitor poderá acompanhar a viagem do Pai Natal aos Açores, terra pela qual se apaixona irremediavelmente e de onde dificilmente quererá voltar a sair.
Um livro de Natal que rompe com os cânones e os clichés característicos dos livros editados nesta época, prometendo ser uma agradável e divertida surpresa para miúdos e graúdos. Veja aqui entrevista ao autor sobre esta obra. Outros livros sobre este autor

Luís Rego
“Um Natal nos Açores, ou como o Pai Natal trocou as botas de cano pelos chinelos”

Luís Rego nasceu em Ponta Delgada, mas viveu grande parte da vida em Lisboa, onde desempenhou funções como redator publicitário na agência de publicidade multinacional McCann Erickson, passando, mais tarde, pela Fisher Portugal, o maior grupo de comunicação da América do Sul. Foi Diretor Criativo da HDG Açores, agência que ficou conhecida por ter criado a Marca Açores. Teve estreia literária em 2012 com o livro infantil O Arranha-Céus Horizontal. Em 2018 lança A Fajã de Cima, ou como a bota de cano se tornou mais atraente que o salto alto, em Ponta Delgada, Lisboa e Algarve. Em 2019 lança Um Natal nos Açores, ou como o Pai Natal trocou as botas de cano pelos chinelos, com ilustrações de Sara Azad e continua muito impressionado com “A Pomba” de Patrick Suskind. Mas, Giorgio de Chirico, Max Ernst e Júlio Pomar são as suas verdadeiras inspirações.

 

Informação adicional

Dimensões23 × 16 × 1 cm
ISBN

978-989-735-243-0

Edição

01 -NOV- 2019

Idioma

Português

N.º Páginas

32

Encadernação

Capa dura

Editora

Letras Lavadas

Você também pode gostar de…

Fechar Menu
×

Carrinho