Toadas do Mar e da Terra

14.00

«Basta abrir os olhos para lhe sentir a exuberância lírica e quedar-se enlevado nesta beleza silenciosa. Daí nasce o anseio de expressar em palavras tal atitude poética. Foi o que fez Dias de Melo, sem preocupações de escolas literárias, preso ao encanto da sua Ilha e afinando pela viola do povo os ritmos do seu sentir. E é esta a melhor valia dos seus poemas ilhéus».

Armando Côrtes-Rodrigues

 

Autor: Dias de Melo

Em stock

Categorias: ,

Autores

Dias de Melo

Professor e Escritor, nasceu na Calheta de Nesquim (Lajes do Pico), a 08-04-1925, e faleceu no Hospital de Ponta Delgada, a 24-09-2008. Dias de Melo foi, além de Escritor, Professor Primário e colaborador assíduo da imprensa regional e nacional e um profundo conhecedor da temática baleeira e da emigração.

Nos anos 50 do Século XX, inicia o seu percurso literário, com um livro de poesia intitulado “Toadas do Mar e da Terra”, que foi publicado, pela primeira vez, em 1964. Em reconhecimento do contributo do escritor para o panorama literário português, o então Presidente da República, Mário Soares, condecorou-o com a Ordem do Infante e também foi homenageado pelas Lajes do Pico, com o título de Cidadão Honorário do Concelho. Recentemente, o Presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, presidiu a uma sessão pública de homenagem a Dias de Melo, que incluiu o lançamento de uma nova edição da sua trilogia “Pedras Negras”; “Mar Rubro” e “Mar Pla Proa”. A sua obra “Pedras Negras” estava traduzida em Inglês e Japonês.

 

Informação adicional

Edição

2021

Idioma

Português

Editora

Letras Lavadas