Um Sopro nos Olhos

16,00 

Um Sopro nos Olhos – Poesia Epistolar

…À minha frente plantei uma oliveira de largos ombros. Dei-lhe o nome da mãe dos homens. Quando assinar esta carta, tomarei nas mãos dois dos seus ramos. E, então, sob a sombra do seu ventre e copa, tudo lhe direi.

Carta a Perictíone,

mãe de Platão

Autor: João Pedro Porto

 

Em stock

Partilhe nas suas redes:

DETALHES DO PRODUTO

Informação adicional

Dimensões (C x L x A) 20,5 × 14,5 × 1,3 cm
ISBN

978-989-735-484-7

Edição

2023

Idioma

Português

N.º Páginas

79

Encadernação

Capa dura

Editora

Letras Lavadas

SOBRE O AUTOR

JOÃO PEDRO PORTO

Nasceu nos Açores em Abril de 1984. Tem, até à data, cinco romances publicados. O Rochedo que Chorou (Publiçor, 2011), O 2egundo M1nuto (Letras Lavadas, 2012), Porta Azul para Macau (Letras Lavadas, 2014),  A Brecha – que saiu com a chancela da Quetzal em 2017 e foi finalista do Prémio Casino da Póvoa, Correntes d´Escritas, e Alienação (Letras Lavadas, 2020).

Fez parte da primeira antologia coordenada pelo Centro Mário Cláudio, O País Invisível, tem publicados três livros de contos, O Homem da Mansarda (Seixo Publishers, 2014), Fruta do Chão (Letras Lavadas, 2018), o último em versão bilingue, traduzido para o espanhol, e Contos Bizarros (Letras Lavadas, 2019), traduzido em inglês pelo próprio autor; e ainda um livro de poesia, Pássaros do Poente, também traduzido em inglês pelo autor. São, também, suas as letras dos álbuns musicais Terra do Corpo e Sol de Março, de Medeiros/Lucas.

 

Também pode gostar

Adicione aqui o texto do seu título

Outras Sugestões