A História de Natal da nossa avozinha

18,00 

A História de Natal da nossa avozinha

“… e a avó lá puxou pela sua memória à procura da primeira história. Ela sabia tantas, tantas… afinal, uma das funções das avozinhas é contar histórias para entreter os seus netinhos.”

 

«A história é linda, com belos diálogos a fazer entrar as crianças no mundo do teatro… e a avó muito velhinha, não tão velhinha que tenha assistido ao nascimento do Menino Jesus.
E gostei deste livro porque tem uma notável abrangência. Tem no centro, de facto, o nascimento de um Menino, e todo o resto gira à volta desta realidade. Nenhuma encobre ou menoriza a outra. As músicas e as letras (belas) falam de luzinhas de Natal, lembram a Vaquinha e o burrinho, deliciam-nos com a canção dos pastores, com o rei magos, com as renas do Pai Natal e não esquecem que nite de Natal é Noite Serena, e que Natal é tempo de presentes e de Boas Festas. Como diz Henrique Piloto no prefácio, este livro “cheira a lenha queimada na lareira, a pão cozido em forno de lenha. Cheira a bolinhos da avó, a fritos de Natal e a broas de mel. Tem o perfume da criptoméria enfeitada e se estiverem com atenção, ouvem a voz da avó Maria mal desfolhem algumas páginas”.
As ilustrações da Rita Andrade são uma feliz combinação de rostos e símbolos, em cores bem alegres que quase cantam também, ali ao lado das alinhadas pautas das músicas e dos espaços para todas as letras.
É caso para dizer que Ana Paula Andrade, Rita Andrade e Emanuel Cabral (captação do som e mistura) fazem um trio perfeito para esta magnífica experiência que é um livro assim de interacção e que só se completa com a audição das músicas… E são logo três coros e três belas orquestras que aqui dão o seu contributo e que, com fotos e nomes ficam para a posteridade, no fim do livro. Para mim, é esta áurea de participação infantil que valoriza ainda mais todo este trabalho e penso naquilo que dirão estas crianças de hoje, as que participaram nos coros e os jovens músicos instrumentistas, daqui a muitos anos, quando se virem aqui neste livro que marca o Natal de 2022 para toda esta vasta equipa.
Mais ainda. Este livro, em sugestivo formato de caderno escolar, com edição Letras LAVAdas, é um bom auxiliar futuro para escolas e outras instituições que queiram preparar festas e representações natalícias e aqui têm um grande manancial já “prontinho a consumir”.
Interessante, a forma como cada canção é antecipada no diálogo entre avó e netos… Algumas vezes até achamos comovente a forma como cada símbolo natalício é abordado e explicado.
Está de parabéns a sua autora e quantos colaboraram nesta iniciativa de verdadeira cultura e, a mim, depois, da leitura, fica-me o desejo de ouvir as interpretações musicais. Farei o possível!».

Santos Narciso, em «Leituras do Atlântico», “Atlântico Expresso” (19-12-2022)

Em stock

DETALHES DO PRODUTO

Informação adicional

Dimensões (C x L x A) 29,7 × 21 × 0,7 cm
ISBN

978-989-735-417-5

Edição

Letras Lavadas

SOBRE O AUTOR

ANA PAULA ANDRADE

Professora do Conservatório Regional de Ponta Delgada e há muito tempo que escreve canções para crianças. Gosta muito de tocar piano e de compor e gosta mesmo muito de dar aulas e de dirigir o coro infantil. Ela é que inventou esta história toda, porque, como gosta de dizer, a cantar é que a gente se entende.

 

 

MARGARIDA ANDRADE

Jovem artista pintora que, depois das Belas-Artes, se especializou em educação de crianças. Gosta muito de desenhar e este é o primeiro livro para crianças com ilustrações suas.

 

 

 

 

Mais Livros Letras Lavadas

Também pode gostar

Também pode gostar…

Outras Sugestões