Desconto!

AndarIlha – Viagens de um Hífen

5,00 

AndarIlha – Viagens de um Hífen

AndarIlha – Viagens de um Hífen  é um pequeno (grande) livro de crónicas sobre os açorianos, a açorianidade, a emigração, e a sua ânsia dos em desbravar novos mundos e ambientar-se harmoniosamente neles, contudo sempre com o coração na sua terra-natal, como um hífen que liga duas palavras.

A autora açoriana, ela própria emigrada no Canadá, onde dá aulas de Estudos Portugueses e Luso-Brasileiros, na York University em Toronto, relata as suas experiências e peripécias nas suas viagens pelo mundo e como emigrante no Canadá.

Oriundos de terras pequenas, os açorianos almejam conhecer novos mundos, viver o máximo de experiências, ganhar riqueza, mas, apesar do seu espírito andarilho, a açorianidade nunca os abandona. Nunca deixam de ser e de se sentir açorianos. Por mais que viajam e conheçam novas realidades, é-lhes muito difícil resistir ao chamamento das ilhas que imploram pelo seu regresso.

Recensão crítica por Vamberto Freitas

 

Mais Livros Letras Lavadas

 

Em stock

Partilhe nas suas redes:

DETALHES DO PRODUTO

Informação adicional

Peso 0,177 kg
Dimensões (C x L x A) 15,3 × 20 × 0,6 cm
ISBN

978-989-735-098-6

Edição

2016

Idioma

Português

Encadernação

Capa mole

Editora

Letras Lavadas

SOBRE O AUTOR

MARIA JOÃO DODMAN

andarIlhaMaria João Dodman é natural de Ponta Delgada, São Miguel, mas viveu até 1989 (data em que emigrou para o Canadá) na freguesia da Feteira, ilha do Faial. Doutorada em Literatura pela Universidade de Toronto, é professora associada na York University, também em Toronto, onde leciona no programa de Estudos Portugueses e Luso-Brasileiros. Como investigadora, tem-se dedicado às literaturas espanhola e portuguesa dos séculos XVI e XVII, com interesse particular em encontros coloniais. Nos últimos anos, tem-se dedicado a temas açorianos, nomeadamente a obra de Dias de Melo e o papel dos idosos na retenção e transmissão do património oral. Tem publicações em vários livros e revistas académicas e tem participado em numerosas conferências nacionais e internacionais. No Canadá, vem desenvolvendo variadíssimos projectos de extensão e de divulgação, alguns em parceria com as comunidades lusófonas e outras instituições, frequentemente relacionados com a cultura açoriana. Apesar de se sentir completamente integrada no meio canadiano, tem vivido, nos últimos anos, um processo de “retorno” à ilha, que se revela na linguagem, no culto às memórias e nos laços afetivos a uma “décima ilha” híbrida. AndarIlha é o resultado desse processo.

Também pode gostar

Também pode gostar…

Adicione aqui o texto do seu título

Outras Sugestões