Conversas da Diáspora – 50 Açorianos pelo Mundo

24,00 

Conversas da Diáspora – 50 Açorianos pelo Mundo

 

“Conversas da Diáspora – 50 açorianos pelo mundo” pelo mundo reúne entrevistas com Al Pinheiro, Ana Lopes, Andrea Moniz-DeSouza, Ângelo Garcia, Batista Vieira, Conceição Flores, Diniz Borges, Duarte Miranda, Dulce Maria Scott e Durval Terceira, bem como Eduardo Borba da Silva, Francisco Cota Fagundes, Francisco Resendes, Frank Souza, Idalina Gonçalves, Irene Blayer e Isidro Menezes.

O livro inclui igualmente entrevistas com Jácome Armas, João de Brito, João Luís Pacheco, John Correia, Jorge Ferreira, José António Morais, D. José Avelino Bettencourt, José Carlos Teixeira, José Francisco Costa, Luís Mesquita de Melo e Luís Miranda, além de Manuel Bettencourt, Manuel de Medeiros, Manuel Eduardo Vieira, Manuela Bairos, Marc Dennis, Márcia Sousa da Ponte, Maria Hortência Silveira, Maria João Dodman, Maria Lawton, Mário Silva e Mary Alsheikh.

Nellie Pedro, Nuno Moniz, Onésimo Teotónio Almeida, Paulo Jorge Cabral, Renata Rodrigues e Richard Machado são outras personalidades entrevistadas neste livro, a par de Sara Freitas, Tiago Domingues, Tony Cabral, Tony Goulart e Victor Santos.

Os 50 entrevistados reunidos neste livro nasceram em Santa Maria (1), São Miguel (23), Terceira (10), Graciosa (1), São Jorge (4), Pico (5), Faial (4), Flores (1) e Corvo (1) e vivem nos Estados Unidos da América (28), no Canadá (10), no Brasil (4) e na Bermuda (1), mas também na Arábia Saudita (1), nos Camarões (1), na Costa do Marfim (1), na Dinamarca (1), na Noruega (1), em Timor-Leste (1) e no Vietname (1).

São 35 homens e 15 mulheres, entre os 32 e os 86 anos de idade, que se notabilizaram na Educação (13), na Economia (9), na Política (8), na Cultura (8), no Social (8) ou na Diplomacia (4) dos seus países de acolhimento, “mantendo sempre os seus Açores na saudade do seu coração”.

As “Conversas da Diáspora” são uma iniciativa da Direcção Regional das Comunidades do Governo dos Açores, que promoveu esta série de entrevistas biográficas, através das redes sociais, em todas as semanas de 2023. O interesse das entrevistas e a representatividade dos entrevistados merecem agora o registo público e perene desta coletânea editada pela Letras Lavadas.

—-

Autor: José Andrade

 

Em stock

Partilhe nas suas redes:

DETALHES DO PRODUTO

Informação adicional

Dimensões (C x L x A) 23 × 16 × 1 cm
ISBN

978-989-735-508-0

Edição

Fevereiro de 2024

N.º Páginas

560

Idioma

Português

Encadernação

Capa mole

Editora

Letras Lavadas

SOBRE O AUTOR

José Andrade

José Andrade nasceu na cidade de Ponta Delgada, ilha de São Miguel, Região Autónoma dos Açores, em 1966. É licenciado em Ciências Sociais, na especialidade de Ciência Política, e integra o quadro de pessoal da RTP/Açores desde 1988. No exercício de sucessivas responsabilidades institucionais, tem dedicado especial atenção à diáspora açoriana. Enquanto assessor do Presidente do Governo Regional dos Açores, participou no encerramento das comemorações dos 250 anos da colonização açoriana do Sul do Brasil, nas cidades de Florianópolis e Porto Alegre, em 1996. Enquanto chefe de gabinete da presidência da Câmara Municipal de Ponta Delgada ou Vereador da Cultura e Acção Social, organizou os processos de geminação da cidade de Ponta Delgada com Florianópolis (Santa Catarina) e Newport (Rhode Island), em 2003, e com Kaua’i (Havai), em 2018, e iniciou o processo de construção da réplica monumental das Portas da Cidade de Ponta Delgada em Fall River (Massachusetts), em 2004. Como presidente da Comissão Municipal de Toponímia de Ponta Delgada, propôs os topónimos locais “Rua Cidade de Fall River” (1998), “Rua Cidade de San Leandro” (2000), “Rua Cidade de Newport” (2003), “Rua Cidade de Toronto” (2003), “Rua Cidade de Florianópolis” (2003), “Rua Cidade de Porto Alegre” (2003) e “Alameda das Comunidades Açorianas” (2008). Enquanto Deputado à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, acompanhou os assuntos parlamentares das Comunidades Açorianas, a par da Cultura e da Comunicação Social, e participou nas assembleias gerais do Conselho Mundial das Casas dos Açores realizadas em Hilmar (Califórnia) em 2014, Montreal (Quebeque) em 2015 e Flores e Corvo (Açores) em 2016. Durante este período, visitou todas as Casas dos Açores existentes em Portugal, Estados Unidos da América, Canadá, Brasil e Uruguai, por iniciativa própria e a expensas pessoais, de cujos contactos resultou a publicação do livro Açores no Mundo, com prefácio do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. É membro correspondente do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina (Brasil) e sócio, agora suspenso, da Associação dos Emigrantes Açorianos. Foi distinguido com o título de “Cidadão Honorário de Florianópolis”, no Estado de Santa Catarina, Brasil (2023); com a “Sala Dr. José Maria de Medeiros Andrade” na Casa dos Açores do Estado do Espírito Santo, Brasil (2022); com o título de “Cidadão Honorário do Município de Viana”, no Estado do Espírito Santo, Brasil (2022); com o Troféu “Portugalidade” do jornal Audiência (2021); com o Diploma de Reconhecimento Municipal do Município de Ponta Delgada (2016); e com o Prémio “Personalidade Cultural do Ano” da revista Saber Açores (2012). Exerceu as funções de Director Regional das Comunidades no XIII Governo da Região Autónoma dos Açores de Dezembro de 2020 a Fevereiro de 2024.

Também pode gostar

Também pode gostar…

Adicione aqui o texto do seu título

Outras Sugestões